sexta-feira, 18 de julho de 2014

A busca Por Vingança: Watch Dogs


Aiden Pearce é um hacker que busca vingar a morte de sua sobrinha Lena, e usando suas habilidades de invadir sistemas de computadores, ele vai atrás de quem encomendou sua morte, mas que acabou atingindo as pessoas mais importantes para ele.

Watch Dogs é uma historia de vingança, o personagem principal vai usar de todos os meios para fazer justiça com suas próprias mãos. O prólogo do jogo começa quando Aiden e seu parceiro Demian estão fazendo um trabalho para roubar uma grana no Merlaut Hotel, mas um terceiro hacker aparece e estraga tudo, para piorar a situação suas identidades são descobertas. Enquanto tenta fugir com sua família, um grupo armado ataca o carro que Aiden dirigia que acaba capotando, sua sobrinha morre no acidente.
Você pode "hackear" os celulares de outras pessoas e descobrir coisas sobre elas.

Aidan fica obcecado em descobrir quem mandou matá-lo, e começa a investigar por conta própria. Porém, ele começa a fazer coisas que ele achava que não era capaz. Em sua busca por "justiça" ele acaba matando pessoas, ameaçando outras e colocando a vida dos que estão próximo a ele em risco.

Mas ele não está totalmente cego pela raiva, muitas vezes ele fica pensando em suas atitudes, depois que vê o que elas acabam desencadeando. Frequentemente ele fala consigo mesmo sobre o que ele fez, se ele tem o direito de matar tais pessoas ou colocar a vida de outras em risco. Só que isso é momentâneo, ele está obstinado a ir ate o fundo pele sua busca. Gosto do Aiden porque ele demonstra certo desconforto com suas atitudes, e arrependimentos de seus atos, mesmo que não desista de seu objetivo.
O roteiro aborda temas pesados, como o tráfico de mulheres.

Sua principal arma no jogo é sua habilidade de “hackear” computadores e objetos que os tenham em seus componentes, ou seja, quase tudo que existe, incluindo pessoas. Está é a melhor coisa do game, e o que lhe dá identidade, já que é a única coisa que o difere de outros jogos do gênero "mundo aberto".

Você começa com poucas habilidades, mas conforme for cumprindo missões e objetivos,
você ganha experiência, que serve para dar acesso a mais. A árvore de habilidade é dividia em quatro categorias: hacking, onde se encontra suas habilidades de invadir sistemas de informação, é a mais útil uma vez que todas as habilidades dentro dela facilitam em muito sua vida; combate, que melhora o uso de armas, carregar mais granadas, melhora sua resistência e o Focus, poder que faz tudo ficar lento por um tempo, dando tempo para mirar e matar os inimigos; Criação de Itens, permite que você, usando componentes básicos, criar explosivos, itens para interferir em sinais de comunicação e scans; e por ultimo Direção, que melhora sua habilidade de dirigir carros.
Em varias missões você irá controlar câmera de vigilância, para procurar alguém ou roubar informações, você vai descobrir muitas coisas durante isso, como o fim de "estrelas" de programas de reality show.

Há uma boa variedade de habilidades como ativar bloqueios de rua, explodir canos de gás e transformadores, e até mesmo causar pane no sistema de vôo de helicópteros, o que me salvou muitas vezes. As habilidades de hacking são muito fortes, você pode passar por quase todas as missões sem ser visto só usando elas. Você pode invadir uma câmera, ir pulando de uma para outra, o que permite você analisar todo o ambiente da missão, e ainda é possível ativar coisas através da câmera. Assim você pode eliminar um esquadrão inteiro só explodindo canos, detonando explosivos que os mercenários carregam, sem muita dificuldade, é mais uma questão de paciência e acionar as coisas no momento correto.

Mas se paciência não é sua principal virtude, você pode pegar as armas, e há muitas para você escolher, e ir para cima dos inimigos. As armas estão divididas em quatro categorias: pistolas, calibre 12, rifle de assalto e snipers/lançadores de granada, estes dois últimos dividem o mesmo lugar no inventário. Cada grupo tem uma melhor situação de uso, calibre 12 só de perto, porque se você tentar usar em um inimigo a media distância gastara toda sua munição e não ira derrubá-lo, mesmo que atinja todos os tiros, o que é muito tosco.
Quando você derrota um inimigo ele deixa no chão as armas, munição e dinheiro, então sempre de uma olhada nos corpos.

As melhores armas são mesmo os rifles, funcionam bem a curta, media e longa distância, além disso, munição não é problema no jogo, sendo desnecessário trocar de arma. Todo missão que começava eu já estava carregada de balas, algo que facilitou muito o jogo. Acredito que fizeram isso para resolver outro problema do jogo, os inimigos precisam levar muitos tiros para caírem, a não ser que levem um tiro na cabeça. Isso é algo que não ficou legal no jogo, mesmo atingindo várias vezes o peito do meu alvo, ele demorava em cair, depois de um tempo, durante as missões, só mirava na cabeça, já que uma bala resolvia o problema, está disparidade entre a quantidade de acertos para matar alguém ficou ruim. O que fez da pistola com silenciador a melhor arma do jogo, ela permita matar os inimigos sem ter minha presença detectada, me sentia um espião como o 007. Mesmo em alerta, quando paravam um pouco de fazer a ronda, os mandavam para o sono eterno só com um disparo.

As missões principais do jogo são variadas, mas fáceis, elas apresentam o enredo para os jogadores. Cada uma tendo varias etapas, e conforme vão sendo completadas você recebe novas instruções, como seguir alguém sem ser percebido, invadir um computador ou celular, seguir um veículo enquanto vai baixando um arquivo. As mais difíceis foram a de dirigir, a maioria dos carros são ruim de guiar, ou viram muito como os carros esportes, ou não viram nada como os menores. A melhor categoria de veiculo para fazer estas missões são os Sedans, praticamente abandonava o carro que deixavam pronto para cumprir a missão, e pegava o primeiro Sedan que aparecia na minha na frente, eles são bem resistentes, tem boa velocidade e são mais estáveis.
As motos são ótimos veículos para te levar a qualquer lugar rapidamente, além de serem fáceis de se guiar.
Em alguns objetivos você tem de roubar informação de um mainframe, enormes computadores empresariais. No jogo isso é representado como um minigame, no qual há uma fonte de energia azul e você tem de levar esta energia até a chave, através de linhas que ligam umas a outras. Alguns pontos entre as linhas são controladores de fluxo, você vai ter que gira-los para liberar a passagem até a chave, alguns destes controladores quando são girados começam uma contagem regressiva, e se você demorar muito você é detectado.

Ser detectado faz você sair do mainframe e ter que começar a invasão de novo, ou da falha da missão, que não é tão ruim, já que você sempre volta do ultimo objetivo comprido. Tem algumas missões que davam falha porque morria, mas quando voltava para o inicio daquela etapa, os mercenários, ou a policia, que estavam me perseguindo tinham sumido, e a meta que era escapar deles estava praticamente concluída, era só sair da zona de busca.
Este é o minigame para invadir os mainframes, aqui você tem de ser rápido para ligar o fluxo de energia azul as chaves de acesso.

As perseguições de carros são as partes mais complicadas do game, os inimigos não batem a não se que você provoque, utilizando suas habilidades para mudar os sinais dos semáforos ou ativando bloqueios na rua, mas com esse problema esta parte se torna a mais tranquila. Caso você morra e não quer esta facilidade, vai ter que sair da missão e começar ela do inicio, fazendo tudo de novo.

Os gráficos são muito bons, tendo boas texturas e ambientação, a cidade é muito bem feita, com muitos pontos turísticos de Chicago presentes, sendo possível ver sua historia como nos jogos Assassin´s Creeds. Mas nível gráfico da versão final do jogo é inferior ao que foi mostrado na E3 do ano passado, quando foi exibido um vídeo do jogo em fase de produção, que demonstrava a qualidade dos efeitos de luz e partículas do jogo. Obviamente o produto lançado foi podado, que esperava um game “nextgen” vai ficar desapontado, ele tem um ótimo gráfico para um PS3, mas não para um PS4.

Watch Dogs é um bom game do gênero mundo aberto, mesmo com seus problemas ele tem ótimas qualidades, e tem potencial de ser mais uma franquia de sucesso da Ubisoft. Com tantos jogos deste tipo, ele consegue ter seu charme e diferencial.